As startups são, basicamente, uma modalidade de empresa que inicia suas atividades com um produto ou serviço novo e que atende demandas de mercado emergentes e, por isso, tendem a crescer muito rápido.

São conhecidas pela inovação que vai além da sua proposta de valor para o mercado – inovam em seu modelo de gestão, sua metodologia de remuneração e na gestão de pessoas.

Por esse motivo, elas são cada vez mais procuradas, tanto por pessoas que buscam o primeiro emprego, quanto por pessoas que já estão no mercado de trabalho.

Vendo esse cenário, decidimos levantar algumas características que as startups procuram ao contratar um novo talento para integrar o time.

 

Acredite na cultura

O quanto o candidato é aderente a cultura sobrepõe suas habilidades técnicas. E com isso não estamos dizendo que as habilidades técnicas não são necessárias – aliás, em ambientes tão mutáveis, é necessário que os funcionários das startups estejam cada vez mais atualizados com habilidades exigidas pelo mercado. Estamos dizendo que não é difícil candidatos que preencham os requisitos técnicos seja reprovados por simplesmente não se adequar à cultura da empresa.

 

Esteja atualizado

Muito relacionado com o que comentamos no ponto anterior, startups estão preocupadas em entender se você se mantém atualizado com o mercado. Você necessariamente não precisa dominar todas as novidades, mas deve conhecer e entender novas técnicas e tecnologias não apenas na área em que atua, mas em todas as áreas que compõem a empresa.

Em resumo: as startups se preocupam com sua visão sistêmica. Saber como funcionam todas as áreas ajuda a conseguir entender e opinar sobre demandas externas a seu cargo, e trazem um fluxo de informações muito mais claro no dia-a-dia de trabalho – atributo valorizado não apenas para contratação, mas para garantir que a empresa veja valor em retê-lo nela.

 

Mais do que falar, demonstrar

Estamos acostumados a ver em currículos a descrição de habilidades comportamentais: Foco em resultado, espírito de equipe, bom relacionamento interpessoal.

Hoje, mais do que falar que possui essas habilidades, o candidato a uma vaga em startup deve demonstrar que as possui. Ele deve saber exemplificar momentos de sua carreira (ou até mesmo de sua vida pessoal) que demonstram que essa habilidade realmente existe.

 

Conhecer a empresa e os serviços

Isso é fundamental. Startups valorizam pessoas que conhecem bem seu mercado e as dores que seu produto ou serviço tenta curar.

Startups geralmente possuem produtos e serviços mais complexos, processos mais longos e vendas mais consultivas. Os candidatos que conseguem entender a fundo o modelo de negócio com certeza saem na frente no processo seletivo

 

E você, acha que existe mais alguma coisa que as startups valorizam nos candidatos? Contem para gente! E se procuram vagas em startups, podem encontrá-las na nossa plataforma.

Tags:

Related Article