Entender os tipos de recrutamento é o primeiro passo para que uma empresa possa encontrar um profissional qualificado e que atenda às expectativas do cargo.

Dizemos isso pois cada tipo de recrutamento possui suas características específicas. Trazem consigo benefícios e malefícios em seus processos e, sendo assim, tendem a encontrar diferentes tipos de candidatos.

Por isso, antes de começar um processo seletivo, vale conhecer cada um dos tipos de recrutamento . E, assim, definir qual, ou quais, são os mais indicados para o seu caso.

Quais as características de cada tipo de recrutamento

Os recrutamentos visam obter candidatos para determinados cargos e possuem métricas de sucesso para as contratações. Nelas são avaliados o número de vagas preenchidas e a qualidade das contratações.

Entendemos qualidade como sendo contratações que possuem o perfil de trabalho ideal tanto para o cargo como para a companhia.

Veja a seguir algumas características de cada tipo de recrutamento:

1. Recrutamento interno

Neste caso a empresa busca preencher uma vaga a partir do seu próprio quadro de funcionários. Ou seja, profissionais podem migrar entre áreas sem que exista necessariamente uma promoção.

Quanto ao processo em si, ele pode ocorrer como qualquer outro. Como? Oras, com a abertura de concorrência, entrevistas, testes e assim por diante.

Já os benefícios desse tipo de contratação ficam por conta dos menores custos, da valorização e retenção de colaboradores e do conhecimento sobre o seu perfil. Quanto aos malefícios, existe a possibilidade da empresa estagnar no mesmo modelo de pensamento, ou seja, deixando de inovar.

2. Recrutamento externo

Este é o caso mais usual de recrutamento. Aqui, a empresa vai em busca de candidatos através da ajuda de headhunters, anúncios e parcerias e faz seu processo seletivo através de entrevistas presenciais, testes, seleção por competência e assim por diante.

Os benefícios deste tipo ficam por conta da possibilidade de encontrar novos talentos, a variedades de perfis que podem ocupar o mesmo cargo e a troca de conhecimentos que profissionais externos podem trazer. Aqui, o ponto negativo fica por conta da dificuldade de encontrar profissionais com o perfil ideal.

3. Recrutamento Misto

O recrutamento misto foca em abrir possibilidades de contratação tanto internamente quanto externamente. Normalmente, o recrutamento misto não é planejado, ele acontece após a dificuldade de encontrar o profissional ideal no recrutamento interno.

O maior benefício deste modelo é o fato de abrir possibilidades aos recrutadores, fazendo com que optem pelo melhor profissional, independente da sua origem.

Por outro lado, esta prática pode gerar certo desconforto com os colaboradores que não se adequaram durante o processo interno.

4. Recrutamento Online

Este tipo de recrutamento é o que mais vem crescendo justamente por se utilizar de um novo modelo de comportamento das pessoas: a utilização da internet e da tecnologia para resolver seus problemas.

Neste caso, a tecnologia vem através de plataformas que armazenam dados de uma série de candidatos. Nas plataformas é possível a criação de filtros que refinam a busca além de poupar a empresa do esforço e gasto envolvido na divulgação da vaga e na comunicação com os candidatos, que pode acontecer, inclusive, por videoconferência.

Se você ficou curioso para entender como funciona uma plataforma que oferece uma série de profissionais que podem agregar ao seu negócio, fale conosco.

Esperamos ter contribuído com a explicação dos tipos de recrutamento. Fique atento aos nossos conteúdo

Tags: ,

Related Article

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN