/ Para candidatos

As redes sociais influenciam no processo seletivo?

Falar sobre redes sociais profissionais e como a internet como um todo influencia nos processos seletivos atualmente se tornou obrigatório.

Dizemos isso porque essa tendência vem de encontro ao novo comportamento das pessoas onde elas compartilham praticamente tudo de suas vidas nessas redes. Recentemente, também tivemos um GuestPost muito legal que tratou mais profundamente sobre esse assunto.

Como sempre foi, os recrutadores estão sempre em busca de algo que não está sendo propriamente dito, sendo assim, analisam a linguagem corporal, as referências anteriores e, agora, como está a sua presença digital. E já logo avisamos, não adianta se esconder…

Por isso, neste artigo explicaremos como as redes sociais são avaliadas pelos recrutadores e por isso influenciam em processos seletivos para que você, candidato, possa fugir dos erros e atender as expectativas. Veja!

Sobre as redes sociais profissionais…

As redes sociais originalmente foram criadas como uma fonte de comunicação entre pessoas que, não necessariamente, precisam estar próximas umas das outras. A partir do sucesso deste tipo de interação, as redes sociais foram sendo aprimoradas e surgiram as especializadas em fotos, as de vídeo e as que possuem fins, exclusivamente, profissionais.

As redes sociais profissionais, especialmente, possuem leis que não estão escritas em lugar algum mas que devem ser seguidas (especialmente pelo fato de algumas delas não permitirem o bloqueio para acesso de desconhecidos). A premissa básica é se conectar com pessoas que sejam ou possam ser ligadas à você profissionalmente e compartilhar informações relevantes sobre seu nicho de atuação.

Redes sociais profissionais: O que os recrutadores avaliam nelas (e em toda a internet)

Precisamos ter plena compreensão que nós estamos sendo vistos e ponto. Não adianta melindrar ou discordar! Os recrutadores estão de olho na sua presença virtual e o melhor à fazer é saber se portar. Por isso, veja o que os recrutadores avaliam nas suas redes sociais:

  • Fotos: atualmente recrutadores utilizam a inteligência artificial para verificar traços comuns em suas fotos (estão sempre sérios, sempre com bebidas na mão, sempre com outras pessoas, etc). Além disso, a foto de perfil é sua primeira impressão, capriche mas não exagere;
  • Perfil: é onde o candidato fala de si. Aqui os recrutadores buscam por informações conflitantes entre o que escreveu em seu currículo, falou pessoalmente e postou na rede. É também onde constam informações como instituições de ensino e experiências profissionais. Por isso, dê apenas informações verdadeiras;
  • Presença: lembra que falamos que não adianta fugir? Pois é, candidatos com pouca ou nenhuma presença digital também não são bem vistos atualmente. O recrutador tende a avaliar que se está todo mundo usando e você não, pode haver algum problema aí;
  • Comportamento: mas também não adianta sair postando qualquer coisa. Especialmente em redes sociais profissionais curta e compartilhe apenas conteúdos relevantes e que não agridam, de nenhuma forma, qualquer pessoa. Além disso, dê sua opinião mas escolha palavras mais amenas e cordiais. Um ponto bem relevante aqui e neste momento é que em redes sociais profissionais esqueça conversas agressivas sobre política.

Bom, além desses pontos relacionados às redes sociais profissionais e todas as outras, existem outras dicas que uma equipe especializada em processos seletivos podem dar. Se quiser saber mais, fale conosco.

As redes sociais influenciam no processo seletivo?
Share this
Vagas em Marketing e Vendas - we're hiring!