O departamento de Recursos Humanos tem mudado a sua atuação nos últimos anos. Se antes tinha mais responsabilidades de rotina e voltadas ao Departamento Pessoal, passou a assumir atividades menos operacionais. Assim, hoje ele é essencial para aplicar as melhores estratégias de recrutamento e seleção.

Com a valorização do capital humano, a área de recursos humanos brilhou junto. Já é tido como um fato hoje que o RH impacta diretamente no ROI de uma empresa.

Então, neste post em especial, vamos falar um pouco mais sobre essas estratégias de Recrutamento e Seleção… Ou seja, como elas são usadas e quais resultados trazem para a empresa. Acompanhe!

Melhores estratégias de Recrutamento e Seleção

Utilizar ferramentas de monitoramento on line

Por meio de ferramentas de monitoramento on line, o recrutador consegue identificar o perfil do candidato à vaga, entendendo quais são seus objetivos e expectativas e principalmente, se há identificação com o fit cultural da empresa.

Isso porque essas ferramentas dão indícios das tendências comportamentais dessas pessoas, permitindo que o selecionador tenha uma compreensão prévia de como esses candidatos e vão se portar dentro da equipe e diante de desafios.

Abusar da facilidade e assertividade no recrutamento digital

O recrutamento digital pode abrir uma série de oportunidades para a empresa. O trabalho remoto permite que o profissional possa colaborar, independentemente da sua localização. Com isso a empresa pode fazer o recrutamento também por meio digital, dando maior flexibilidade sem que o profissional precise se deslocar à empresa.

Além de ampliar o número de candidatos possíveis, o recrutamento digital permite uma procura ativa, guiada pelas competências que a função exige. Com isso, é possível localizar e propor uma vaga para profissionais que não se candidataram ativamente, permitindo a formação de uma equipe de alta performance com os melhores talentos do mercado.

Fazer um mapeamento comportamental do candidato

As ferramentas digitais também permitem um mapeamento completo do comportamento do profissional, comparando as tendências do candidato às necessidades da empresa, de acordo com a cultura organizacional.

Quanto maior a afinidade entre a identidade da empresa e do profissional, maior a probabilidade que essa pessoa tenha uma boa adaptação e trabalhe nesse local por mais tempo, podendo até mesmo construir carreira.

Aproveitas as redes sociais

As redes sociais oferecem uma série de possibilidades para divulgação de vagas e recrutamento de profissionais. A empresa pode aproveitar essas plataformas para divulgar não só as posições em aberto, como as vantagens e os benefícios oferecidos, mostrando como a corporação se preocupa em proporcionar as melhores condições de trabalho possíveis.

Além disso, as redes sociais são excelentes canais para solucionar dúvidas e para auxiliar no mapeamento comportamental dos candidatos.

Fazer um bom job description

Um job description eficiente faz toda a diferença em um processo de recrutamento. Para que você possa redigir um anúncio de vaga capaz de atrair os profissionais mais qualificados e que tenham identificação com a cultura da empresa, alguns cuidados podem ser tomados:

Com essas informações, a probabilidade de receber currículos que realmente atendam ao tipo de colaborador que a empresa procura é muito maior, facilitando o processo seletivo e diminuindo o tempo de triagem.

Usar um software de gestão

Um bom software de gestão ajuda a organizar o processo seletivo e a contratação, otimizando algumas etapas. Dentre seus benefícios, podemos destacar:

Criar um banco de talentos

A criação de um banco de talentos ajuda a fazer uma seleção mais rápida, pulando as etapas de anúncio de vagas, recebimento dos currículos e triagem.

Trata-se de uma compilação de perfis profissionais, que mantém informações como formação acadêmica, experiência, competências técnicas, entre outras. Com base nesses dados, a empresa pode filtrar currículos de acordo com a necessidade da vaga.

Para trazer os resultados desejados, o banco de talentos deve ser bem organizado e digitalizado. A busca pode ser feita por meio de funis ou palavras-chave.

Essa estratégia otimiza os processos seletivos, permitindo que a empresa consiga preencher uma vaga mais urgente e possa pular as etapas de anúncio de vaga, recebimento e triagem de currículos.

Investir no employer branding

O termo, que pode ser traduzido como marca empregadora, pode ser definido como a reputação da empresa em relação aos colaboradores. Essa reputação é construída por meio de um conjunto de ações aplicadas pela organização no intuito de promover melhores condições de trabalho, a fim de conquistar e envolver os colaboradores.

Essas ações têm como objetivo aumentar o bem estar dos funcionários e tornar a empresa atraente o suficiente para que consiga reter esses trabalhadores por mais tempo. Dentre elas, podemos destacar:

Todos esses itens são variáveis, de acordo com a empresa e o corpo de funcionários. A intenção principal é fazer com que a empresa seja vista pelo mercado de trabalho como um bom lugar para trabalhar. Assim os melhores profissionais vão desejar fazer parte da empresa e podem até mesmo construir carreira no mesmo local.

Agora que você já conhece as melhores estratégias de recrutamento e seleção, tem condições de escolher os profissionais ideais para a sua empresa. Um recrutamento direcionado impacta não só nos índices de turnover, como ajuda na produtividade e na formação de equipes capazes de estruturar o crescimento da organização.

Este conteúdo foi desenvolvido pela Xerpa, empresa responsável pelo desenvolvimento de uma plataforma completa de RH que certamente vai otimizar os processos de gestão de pessoas do seu negócio. Para manter-se atualizado sobre esses assuntos, assine a nossa newsletter!

Tags:

Related Article

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN