Um dos maiores desafios das empresas quando o assunto são as contratações fica por conta de indicadores de recrutamento e seleção.

Ou seja, as empresas possuem dificuldade em monitorar a eficácia destes processos de forma mais clara. Na maioria dos casos, inclusive, a eficiência das contratações ficam mais ligadas às percepções das lideranças do que através de dados e números.

Para acabar com esse estigma de que monitorar os indicadores de recrutamento e seleção é uma tarefa difícil, vamos trazer alguns dos principais indicadores que farão com que a sua empresa esteja apta a avaliar a efetividade dos processos seletivos ocorridos no seu negócio.

Vamos lá?

Quais os principais indicadores de recrutamento e seleção?

Bom, logo de cara vale ressaltar que para conseguir medir e acompanhar indicadores de recrutamento e seleção é preciso seguir alguns processos internos e ter muita organização.

Com isso em mente, podemos abordar alguns dos principais indicadores que podem ser usados na sua empresa a fim de monitorar o quão eficiente está sendo o seu processo de recrutamento e seleção. Conheça alguns deles:

Tempo para preencher uma vaga

O primeiro indicador está relacionado ao tempo que a empresa leva para preencher uma vaga. Em geral, quando o recrutamento excede o tempo estimado ele passa a se tornar mais caro. Além disso, mostra uma baixa efetividade no recrutamento, que pode estar com dificuldades para alcançar o perfil ideal de colaborador.

Número de contratados

Outro indicador importante está relacionado ao número de contratados que são efetivados após o período de experiência. Em geral, esse indicador mostra quão eficiente é o recrutamento em encontrar profissionais que contenham as características e expertises ideais para as vagas.

Rotatividade

Já o custo de rotatividade é uma métrica um pouco mais exata e, por isso, tende a mostrar, mais uma vez, que o perfil de contratação pode não estar surtindo efeito. A conta para realizar essa métrica é a seguinte: Soma de todas as despesas relacionadas às rescisões / número de renovações. O resultado é o custo da rotatividade.

Por fim, o funil de contratação é uma excelente maneira de controlar indicadores de recrutamento e seleção onde o foco esteja em entender a taxa de conversão, ou seja, dentre o número de candidatos que estavam no processo, quantos, efetivamente, se tornaram colaboradores. No meio deste caminho, quantos se qualificaram em cada uma das fases e quantos chegaram a fase final do processo.

Como melhorar os indicadores de recrutamento e seleção

Vale lembrar que é fundamental que as empresas monitorem as métricas que aqui apresentamos para que seja possível uma mudança processual focada em melhores resultados.

Uma das maneiras de melhorar este número é realizar a seleção por competências. Além disso, vale contar com a ajuda de profissionais que tenham experiência em todo o processo de contratação de funcionários.

Para isso, conte com a TalentBrand na sua busca. Realizamos processos com indicadores de recrutamento e seleção que atestam a eficácia de nossa plataforma.

Tags: ,

Related Article

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN