/ Para recrutadores

A Relevância da Experiência do Candidato Durante o Processo Seletivo

Tratando-se do processo de recrutamento, o que se sabe é que garantir a experiência do candidato – tornando-a mais agradável e assim despertando um maior interesse em ser selecionado para a vaga – é hoje a melhor alternativa para aqueles que desejam formar um time verdadeiramente forte.

Assim, recrutar os melhores candidatos e talentos com certeza é um dos principais objetivos e finalidades do departamento de Recursos Humanos uma vez que, ter bons colaboradores, significa também obter melhores resultados.

Quer entender mais sobre o assunto e aprender sobre o Employer Branding, a estratégia que prioriza a experiência do candidato no processo seletivo? Confira mais sobre o tema ao longo deste artigo e comece a mudar já a sua forma de recrutar, selecionar e, principalmente, contratar talentos!

Employer branding: A nova estratégia de recrutamento de talentos!

O termo pode ser até relativamente novo, entretanto com certeza o employer branding já esteve presente entre as reuniões da sua empresa ou discussões internas do setor de RH.

Uma das melhores definições para o termo, que é de origem americana, trata o conceito como a “reputação da empresa como empregadora”.

Em outras palavras, Employer branding é quando uma organização consegue ser atrativa para os talentos disponíveis no mercado por ser conhecida como um bom ambiente de trabalho, por ter muitos diferenciais e incríveis benefícios.

Um exemplo bastante típico nesse assunto é a Google. Que profissional não gostaria de trabalhar para esta empresa que possui e oferece inúmeras vantagens para seus colaboradores como ambientes para descanso e lazer, além de uma maior liberdade no que se refere aos processos criativos?

O que muitos não sabem é que esta cultura organizacional tem sido expandida e a tendência é justamente que a importância do employer branding esteja cada vez mais em evidência, colaborando com o recrutamento e a seleção.

Vale ressaltar ainda que, para garantir a experiência do candidato a partir desta estratégia, é realmente indispensável investir em uma remodelação de toda a cultura organizacional do negócio.

As bases precisam ser, portanto, revistas e até mesmo reestruturadas para que os clientes internos – que são seus colaboradores – passem a enxergar e propagar o valor da empresa no mercado atraindo outros grandes talentos.

Processo tradicional ou Employer branding? Tire essa dúvida!

Passando para uma abordagem mais prática sobre a importância da experiência do candidato nos processos de recrutamento da empresa, faz-se válido fazer um comparativo sobre os procedimentos tradicionais de contratação e aqueles em que o Employer branding se faz presente.

Enquanto que no primeiro existe a demora no encontro de um profissional adequado, no segundo, há uma maior variedade de candidatos interessados em integrar a equipe, graças à boa reputação do negócio, o processo como um todo é facilitado e passa a ter muito mais resultado.

O volume de candidaturas diárias na página da empresa – ou em sua respectiva recrutadora – é alto. As pessoas querem ser parte de seu time devido à imagem que a empresa construiu no mercado e isso é muito bom, afinal o responsável pela contratação tem acesso a excelentes talentos!

Outro ponto importante é que quando se trabalha e lapida a cultura organizacional com foco na estratégia de Employer branding até mesmo talentos que já estão contratados e trabalhando em outras empresas começam a demonstrar interesse em integrar o seu capital humano, podendo vir a trocar de organização em busca daquilo que tanto ouviu falar no mercado.

É claro que o recrutamento fica mais fácil quando o recrutador passa a ter tantas boas opções disponíveis para a sua escolha. E, cerca de 93% das empresas que dão a devida importância a experiência do candidato atestam uma maior satisfação com tais contratações.

Por fim, vale mencionar, com a cultura organizacional focada nos pontos que já foram abordados é notável um melhor índice de retenção de talentos também.

Experiência do candidato: Algumas dicas sobre como otimizar!

Até aqui você conferiu alguns conceitos e definições que ajudam no processo de recrutamento de candidatos. Agora, entretanto, é chegada a hora de entender – e ver dicas – sobre como melhorar essa experiência indo além do “boca a boca” que corre pelo o mercado.

O primeiro passo é disponibilizar bons materiais de consulta para que os talentos tenham a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o ambiente interno do negócio e sua forma de trabalho.

A experiência do candidato em foco nas empresas

A instituição pode usar, por exemplo, vídeos institucionais que apresentem a estrutura interna para o público. Ou, outro meio que tem se popularizado também, disponibilizar imagens e links que permitam ao candidato provar um pouco do que é fazer parte do time da empresa.

A organização pode, e deve também, investir na criação de uma página que ofereça vídeos que mostrem sua Missão, Visão e Valores.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a experiência dos candidatos na fase de seleção, talvez queira saber mais sobre como melhorar essa experiência.

Quer saber mais sobre o assunto e garantir que sua empresa saia na frente quando o assunto é garantir uma excepcional experiência do candidato no processo de recrutamento e seleção? Aproveite para entrar em contato com a TalentBrand e comece hoje mesmo a ser referência no seu setor de atuação!

Heitor Dragoi

Heitor Dragoi

Head de Marketing & Growth Hacker na TalentBrand. 🚀🦄 Startup de recrutamento e seleção para os melhores talentos na área de marketing, vendas e customer success (Sucesso do Cliente).

Read More