Prepare-se para arrasar em uma entrevista de emprego conhecendo as perguntas mais frequentes dos recrutadores! 

Você foi chamado para uma entrevista de emprego e já está nervoso só de imaginar as perguntas que terá que responder? Calma, essa é mesmo a reação esperada. As perguntas em entrevistas, sobretudo aquelas relativas às soft skills, são elaboradas propositalmente para colocar o candidato sob estresse e observar como ele performaria em situações similares.

Infelizmente, não há uma maneira específica de prever o que será perguntado pelo recrutador, portanto não faz sentido se preocupar com isso. Entretanto, o que está sob o seu controle é a preparação para enfrentar qualquer desafio.

Aqui, você pode ter uma ideia sobre quais são as perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego. Respire fundo, concentre-se e vamos lá!

Confira as 10 perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego

Para esse artigo, selecionamos as 10 perguntas mais frequentes que você poderá ter que responder em uma entrevista de emprego. Você pode, desde já, pensar sobre o que dizer em cada uma dessas questões como forma de preparo. Isso te deixará mais tranquilo quando a tensão aumentar durante essa etapa do recrutamento. Confira a seguir! 

  1. Conte-me sobre uma ocasião em que um projeto de grupo em que você estava falhou.

Essa é uma das perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego, pois permite que o entrevistador saiba como você lida com o fracasso. Os perfis profissionais que conseguem encarar melhor os insucessos são um trunfo para qualquer empresa, grande ou pequena. 

Além disso, a pergunta também revela se você tem problemas comportamentais como culpar outros membros do grupo, falta de cooperação, etc. Então, quando você responder a esta pergunta, fale sobre o que você aprendeu com o fracasso e como você tentou motivar todos no grupo.

  1. Qual é o seu maior desafio que você já teve que superar?

Os desafios tornam as pessoas mais fortes. Situações difíceis, seja na vida privada ou profissional, nos ensinam várias lições, uma das quais é “nunca desista”. Sua capacidade de lidar com tais situações reflete suas habilidades. Aqui, o entrevistador está tentando saber se você tem coragem de superar os obstáculos que possam surgir em seu caminho.

Certifique-se de que você não irá se prolongar, discursando mais do que o necessário sobre os problemas que você enfrentou no passado. Em vez disso, concentre-se em um desafio específico e explique como você o abordou. Além disso, explique os impactos positivos que a superação do desafio causou em sua vida.

  1. Qual é a sua maior conquista até agora?

Profissionais preparados e competentes se orgulham de suas conquistas. Logo, você nunca deve esquecer de elogiar suas conquistas, não importa quão grandes ou pequenas sejam.

É importante reforçar que aquilo que você considera uma conquista diz muito sobre você. Portanto, você não deve subestimar sua conquista, mas também não deve se orgulhar excessivamente.

Tente ser cuidadoso com suas palavras e lembre-se, não invente uma resposta. Fale sobre a conquista que você realmente acredita ser a maior, certificando-se de não divagar sobre os elogios que recebeu. Em vez disso, passe algum tempo falando sobre como sua conquista provou ser benéfica para os outros.

  1. Como você trabalha sob pressão?

As empresas querem contratar essas pessoas que não perdem a cabeça facilmente em situações de pressão. Então, enquanto você responde a essa pergunta, evite falar sobre suas experiências emocionais, como o quão frustrado você estava ou o quão irritado você ficou. Sobretudo, concentre-se na solução que você encontrou quando estava sob pressão.

Algumas pessoas trabalham muito bem sob pressão, mas outras cedem, e isso é comum. Entretanto, sua maneira de lidar com situações de tensão e prazos apertados mostra sua atitude em relação ao trabalho. Por exemplo, você pode falar sobre como pediu ajuda a seus colegas de equipe sem parecer preguiçoso, mostrando conseguir colaborar.

  1. Conte-me sobre uma ocasião em que você teve que trabalhar com a pessoa mais difícil. Como você conseguiu trabalhar com essa pessoa?

Obviamente, em qualquer local de trabalho, nem todas as pessoas serão cooperativas, mas você ainda precisará colaborar com elas para que o trabalho seja feito. Sua resposta a esta pergunta ajuda o entrevistador a saber se você consegue manter a calma enquanto trabalha com pessoas com as quais não se sente confortável.

Novamente, em vez de divagar sobre as qualidades daquela pessoa que você não gostou (evite a tentação!), fale sobre como você resolveu o problema, seja conversando com seus supervisores imediatos ou evitando esse colega difícil. Tente responder com sinceridade, mas não seja duro ou emotivo demais, pois sua resposta pode virar contra você!

  1. Por que você quer trabalhar para nós?

Entre as perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego está “Por que você quer trabalhar conosco?”. Note que esta difere de “Por que devemos contratá-lo?”. Logo, certifique-se de que suas respostas a essas perguntas não sejam confusas. No entanto, a maneira como você responde deve deixar uma impressão no entrevistador de que você é exatamente o tipo de funcionário que eles planejam contratar.

Então, o que um entrevistador gosta de ouvir de você como resposta a essa pergunta? Não comece a explicar de uma maneira típica como “Isto é o que tenho sonhado toda a minha vida” ou “Esta é uma ótima empresa e eu adoraria trabalhar aqui.” Você pode apenas explicar como trabalhar com a empresa o ajudaria a atingir suas metas de carreira.

  1. Por que devemos contratá-lo?

Atenção! Essa é uma pergunta que difere da anterior “Por que você quer trabalhar para nós?” e você deve ter cuidado ao respondê-la. Quando o entrevistador faz essa pergunta, ele está tentando saber como você poderá contribuir para a empresa e suas metas. Portanto, você deve destacar as coisas que você pode fazer pela empresa que nenhum outro poderia. 

É uma oportunidade para você abordar suas habilidades e pontos fortes que não foram mencionados antes. Novamente, você não deve se gabar e dar uma resposta profissional. Você pode dar referências sobre seus empregos e realizações anteriores.

  1. Qual a sua pretensão salarial?

Essa é uma das perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego que geram mais ansiedade nos candidatos. Afinal, quem não ficaria feliz em receber mais? Mas lembre-se, você é pago por seus empregadores e todos os empregadores tentarão oferecer o mínimo possível. Por isso, é melhor ensaiar em casa a resposta que você dará a essa pergunta.

Como lição de casa, tudo o que você precisa fazer é pesquisar um pouco; online ou offline. Se você estiver fazendo uma consulta online, poderá pesquisar no Google a média salarial de mercado para a vaga em questão). Da mesma forma, você também pode perguntar pessoalmente, se conhece alguém que já esteja destacado na vaga.

  1. Qual é a sua fraqueza?

Dizer a alguém suas fraquezas é ainda mais difícil do que dizer seus pontos fortes, mas o fato é que o recrutador perguntará sobre seus pontos fracos. Na verdade, não há nenhuma razão específica para que os entrevistadores façam essa pergunta. Mas o que você pode fazer é supor que o entrevistador pretende saber como você administra suas fraquezas e sua resposta pode ajudá-lo a saber que tipo de funcionário você foi ou será, se contratado.

Quando lhe perguntam suas fraquezas, não é necessário que você precise descrever um problema que existe; você pode escolher dizer sobre algo que já superou. Por exemplo, você pode começar como “Eu tinha medo do palco e tinha medo de falar em público”. Então você pode adicionar “mas depois fui para o treinamento e superei esse problema”. 

  1. Qual é a sua maior força?

Pode ser momentaneamente estranho falar sobre esse tópico, mas já que você está dizendo seus pontos fortes para o entrevistador, você não deve se sentir desconfortável ou nervoso.

Aqui, a dica é: não soe arrogante e responda com naturalidade, recorrendo à linguagem corporal, ou seja, gestos de confiança como sentar ereto, inclinar-se um pouco em direção ao ouvinte, manter um contato visual prolongado.

Em relação às respostas a dar, prepare-se sempre com antecedência. Compare a descrição do trabalho e o seu currículo lado a lado e descubra quais trabalhos que você fez no passado brilhariam como sua força para o trabalho ao qual você está se candidatando. 

Bônus: Você tem alguma dúvida?

Não se surpreenda quando lhe perguntarem ao final da entrevista se você tem alguma pergunta que gostaria de fazer, porque esta é uma das perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego. Logo, vá em frente e faça perguntas porque sua resposta pode definir  que tipo de pessoa você é.

Sinta-se à vontade para fazer perguntas sobre a cultura corporativa, horário de trabalho, etc. Você pode até perguntar quando terá notícias deles. Mas nunca faça perguntas como “Serei contratado?” ou “Quanto serei pago?” pois essas perguntas podem arruinar uma entrevista bem sucedida.

O que achou dessas orientações? Aqui, no blog da Talentbrand, você encontra dicas e informações para aumentar sua empregabilidade, reconhecimento e avançar na sua trajetória profissional. Explore!

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN