Os Recursos Humanos consideram a Experiência do Cliente e estende aos colaboradores internos. Uma das maneiras de fazer isso é considerar ferramentas para esse fim.

Já ouviu falar da máxima ‘boas experiências geram bons resultados’? Essa frase é a síntese sobre como, atualmente, é importante considerar clientes e colaboradores e envolvê-los por completo nos valores, missões e nos conceitos que permeiam a marca. 

Colocar as pessoas no centro transpassa em atender apenas o cliente – envolve oferecer uma experiência aos colaboradores em nome de motivação, engajamento e envolvimento. Todos esses pilares acarretam aumento expressivo de produtividade. 

Por isso, oferecer o que é chamado de Employee Experience é uma chance de  trazer resultados reais para o negócio. Consiste em recriar, de maneira adaptada aos processos organizacionais, a mesma experiência oferecida aos clientes. Os ganhos podem ser diminuição do turnover de até 40%, dobrar a receita e gerar 7x mais conexão com a empresa. 

Parece serem benefícios reais, não? Vamos falar mais sobre isso no próximo tópico. 

O que o RH pode aprender com a Experiência do Cliente

Os benefícios são reais e colocar as pessoas em primeiro lugar é uma tendência que veio para ficar, principalmente, porque é um caminho sustentável para o crescimento e sucesso do negócio.

Os colaboradores são os maiores ativos das empresas e atuam como clientes internos, ou seja, precisam ser atendidos. Afinal, os negócios conhecidos por oferecerem uma experiência do cliente significativa possuem funcionários engajados e comprometidos. 

Algumas organizações construíram áreas inteiras destinadas apenas a conectar às duas interfaces das experiências: do usuário e dos colaboradores. Dessa forma, é possível transformar a gestão e alinhá-la à nova realidade digital. 

Atualmente, possuímos inúmeras ferramentas tecnológicas ao nosso dispor, é importante que o departamento de Recursos Humanos atue de maneira estratégica, sob a ótica de pensar constantemente em como enriquecer o processo em nome da experiência do colaborador. 

Vamos falar mais sobre isso a seguir.

Trabalhando em conjunto

Como mencionamos, o setor de RH pode trabalhar em conjunto com o de Experiência ao Cliente, organizando todo o processo, treinamento, integração e desenvolvimento de métricas. Dessa forma, além de garantir que as ações estejam focadas em estender experiência dos clientes aos colaboradores. 

O departamento de RH também tem dentre suas responsabilidades e obrigações na construção desse processo: isso inclui oferecer uma experiência que contemple seus colaboradores desde o primeiro contato com a empresa. 

Alguns grupos de candidatos expressam falta de um contato mais humano durante o processo seletivo. Então, esse pode ser um ponto de atenção para o RH e uma boa oportunidade de atuação. 

*

Employee Experience consiste em oferecer a experiência dos clientes da empresa aos colaboradores, mesmo que seja de maneira adaptada. Considerar os funcionários como consumidores internos, onde é necessário encantar, reter e engajar, traz ganhos comprovados. Um exemplo é a Amazon. 

O departamento de RH contribui na formação dessa cultura ao ajudar a selecionar quais as tecnologias auxiliam na experiência dos colaboradores. Esse olhar começa desde o processo de contratação, onde o uso de ferramentas que considerem a experiência do candidato enriqueçam a construção desse repertório. 

Seria interessante contar com uma ferramenta que acrescentasse inteligência e, em simultâneo, seja intuitiva e respaldada em decisões humanas. Uma delas, é o ATS da Talentbrand! Veja aqui como funciona! 

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN