Saber como fazer um currículo de vendedor interno é fundamental para que os candidatos se destaquem mediante tanta concorrência que encontramos atualmente.

A função, que vem tendo uma crescente graças à novas estratégias de vendas ligadas ao marketing digital, está sendo implantada em boa parte das empresas (havendo inclusive, negócios que sequer atuam com a ajuda de profissionais externos) e, por isso, tendo uma série de profissionais que estão migrando para essa modalidade.

Sendo assim, para te ajudar na tarefa de fazer um currículo que mostre o seu valor, decidimos fazer este artigo. Continue lendo e conheça dicas essenciais para o seu CV.

 

O que faz um vendedor interno?

Antes mesmo de falarmos sobre o currículo em si, precisamos falar um pouco sobre as funções de um vendedor interno para que, assim, você, na posição de candidato, possa validar a sua experiência e características às requeridas ao cargo.

O vendedor interno, que também pode ser chamado de Inside Sales é um profissional que não sai da empresa para realizar suas vendas, que são feitas via videoconferência e telefone.

Além disso, faz parte das atribuições deste profissional estar completamente alinhado ao marketing da empresa. Isso acontece porque o processo de venda interna é mais consultivo e, por isso, é fundamental que o vendedor já conheça alguns pontos essenciais do cliente como seus dados pessoais e de seu negócio, conteúdo que ele consumiu no site da empresa e assim por diante.

A ideia principal é que, com todo este conhecimento, mais as informações recebidas durante a conversa, ofereçam ao vendedor interno a chance de perceber se o seu produto ou serviço, de fato, é necessário ao cliente, prática que, aliás, evita os temidos cancelamentos.

Recentemente escrevemos o artigo “O que faz um Inside Sales”, recomendamos a leitura já que lá, são listadas todas as características esperadas deste profissional.

 

Como fazer um currículo para vendedor interno?

Com tudo que falamos aqui sendo usado como base, podemos, enfim, falar sobre como fazer um currículo de vendedor interno. A partir daí, vale ressaltar que, como qualquer outro currículo, as informações pessoais devem estar atualizadas e dados como formação acadêmica e empregos anteriores são fundamentais.

 

Dito isso, veja algumas características especialmente importantes para o CV de um Inside Sales:

  • Sobre a área de interesse: aqui é importante deixar apenas uma área de interesse. Isso tende a mostrar mais foco por parte do candidato;
  • Sobre as experiências anteriores: aqui não são apenas as empresas anteriores que o candidato trabalhou mas sim tarefas que fizeram a diferença e que poderão agregar ao trabalho de vendedor interno;
  • Sobre as referências: se o candidato trabalhou com pessoas influentes, é de grande valia os citar no currículo, especialmente se o recrutador puder entrar em contato com essas pessoas de alguma forma;
  • Sobre os dados do CV: é fundamental que o candidato seja honesto no seu currículo. Os recrutadores são treinados para identificar mentiras e, sendo assim, elas não o farão ganhar a vaga;
  • Sobre as redes sociais: não se esqueça que hoje os recrutadores avaliam também as redes sociais, por isso, certifique-se de ter uma presença saudável nas redes. Este quesito, aliás, merece atenção especial, por isso, leia o artigo “As redes sociais influenciam no processo seletivo”.

 

Bom, mas se você ainda precisar de ajuda com o seu currículo para vendedor interno, não hesite, fale conosco.

Tags:

Related Article