A inteligência emocional será uma das dez habilidades mais importantes em 2022, segundo o Fórum Econômico Mundial. Descubra aqui como desenvolvê-la em seus colaboradores!

A inteligência emocional no trabalho será uma das habilidades mais importantes em 2022, especialmente devido aos transtornos decorrentes dos dois anos de pandemia e à readaptação ao expediente presencial. 

Considera-se que um indivíduo seja emocionalmente inteligente quando consegue lidar com suas emoções e as dos outros de forma equilibrada, orientando seus pensamentos e ações de forma coerente e proporcional às circunstâncias que despertaram tais sentimentos.

Atualmente, entende-se que o desenvolvimento da inteligência emocional impacta diretamente na produtividade e nos resultados entregues pelos profissionais. Por esse motivo, selecionamos esse tema para o artigo de hoje. Confira!

O que é inteligência emocional?

A inteligência emocional é a capacidade de entender e gerenciar nossas emoções. Esse conceito se popularizou a partir da obra do doutor em Psicologia e cientista comportamental Daniel Goleman. 

Segundo o especialista, as habilidades que contribuem para a inteligência emocional são: autoconsciência, autorregulação, motivação, empatia e habilidades sociais. A inteligência emocional tornou-se recentemente uma palavra de ordem nos departamentos de recursos humanos em todo o mundo.

A valorização crescente desse termo decorre da percepção de que reconhecer e abraçar as nuances das emoções humanas no trabalho pode trazer benefícios pragmáticos, como melhor colaboração dos funcionários e um ambiente de trabalho mais produtivo e feliz, como veremos ao longo do texto.

Importância da inteligência emocional no trabalho

Muitas pesquisas recentes em neurociência confirmam isso: as emoções estão intimamente ligadas ao pensamento e à tomada de decisões. De fato, as emoções desempenham um papel importante em nosso comportamento. É por isso que a inteligência emocional é uma habilidade gerencial essencial a ser desenvolvida. 

Essa habilidade nos permite compreender nossas emoções para orientarmos nossas ações e relações pessoais. Se no passado o desempenho financeiro e o controle de qualidade eram garantia de sustentabilidade para as empresas, hoje, em um contexto de constante transformação e evolução, é necessária uma gestão colaborativa e ágil.

Goleman demonstra, através de sua pesquisa, que o QE (quociente emocional) é mais importante no mundo dos negócios do que o QI (quociente de inteligência). A razão é simples: trabalhamos com pessoas

Para motivar colaboradores, é preciso inspirar confiança e ter uma influência positiva. Da mesma forma, para maximizar a inovação e a criatividade, é necessário estar a serviço de sua equipe e oferecer o apoio necessário para o surgimento de novas ideias, formas de fazer e colaborar. 

Coletividade, criatividade e inovação são os pilares das empresas competitivas e lucrativas, e aquelas que não conseguirem estabelecer isso em seu ambiente perderão mercado, resultando em prejuízos financeiros significativos. Logo, é fundamental compreender como desenvolver a inteligência emocional no trabalho.

A inteligência emocional dos colaboradores: como desenvolver? 

Agora você sabe por que a inteligência emocional de seus colaboradores é um elemento essencial, então confira nossas dicas para desenvolvê-la! 

  1. Identifique e desenvolva o quociente emocional de seus colaboradores 

Identificar o quociente emocional permitirá que você conheça melhor cada um de seus colaboradores. Para isso, você pode convidá-los a realizar testes simples ou mais específicos com a orientação profissional de psicólogos do trabalho. 

Para além da avaliação, é possível desenvolver a inteligência emocional de seus colaboradores via coaching ou team-building, o que permitirá a todos a ampliação do autoconhecimento e também da compreensão alheia, criando uma verdadeira coesão em grupo. Vale também tornar sua equipe aberta às perspectivas e experiências de outras equipes e membros da empresa.

  1. Use sua própria inteligência emocional para gerenciar

Se a inteligência emocional é essencial dentro de uma equipe, ela constitui um fator ainda mais relevante no que concerne aos gestores. Para aproveitar seu quociente de inteligência, você pode facilitar a comunicação interna mediante ferramentas adequadas, como um boletim informativo próprio ou ferramentas de colaboração (Google Workspace, Slack, etc.).

Isso permitirá que você ouça seus colaboradores e ajude a estabelecer um clima de confiança. Sobretudo, procure implementar a cultura gerencial, desenvolvendo as habilidades emocionais dos gerentes, fortalecendo líderes e criando um ambiente positivo.

  1. Considere o quociente emocional dos candidatos ao recrutar 

Integrar a avaliação do quociente emocional no seu processo de recrutamento irá ajudá-lo a determinar as soft skills dos seus candidatos, valorizando-os e, assim, facilitando a integração do seu próximo talento na empresa. 

Para isso, é possível efetuar testes situacionais na vida profissional e pessoal do candidato, analisar suas respostas e, então, determinar sua aptidão, ou não, para integrar sua equipe. Por meio de dinâmicas de grupo, por exemplo, você pode simular situações que despertem determinadas emoções em seus candidatos.

Os testes comportamentais são ferramentas muito eficientes para identificar o perfil dos seus candidatos. Você pode optar pela contratação de um software ATS que inclua tal funcionalidade, como o ATS da Talentbrand. Nossa solução disponibiliza o Mapeamento DISC e o Teste Comportamental da Solides, nossa parceira!

*

Pronto, agora você sabe que a inteligência emocional é a capacidade de identificar, compreender e gerenciar as emoções. Descobriu também que aprimorar essa habilidade nos colaboradores da sua empresa é a base para o sucesso nos negócios, pois auxilia na coesão entre equipes, implicando em melhorias de desempenho.

Por fim, esperamos que você tenha gostado das nossas dicas sobre como desenvolver a inteligência emocional dos colaboradores. Para obter mais de 50 informações comportamentais sobre seus candidatos em apenas cinco minutos, conheça os testes disponíveis na plataforma do ATS da Talentbrand! Solicite uma demonstração gratuita!

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN