Atrair os candidatos mais adequados às suas vagas em aberto é um grande desafio para os recrutadores! Que tal começar criando suas personas candidatas? Descubra como no artigo de hoje!

A persona do candidato é um retrato fictício do candidato ideal para uma posição a ser preenchida. Esta representação é baseada nas informações biográficas, critérios psicológicos, habilidades, motivações, aspirações do seu potencial candidato e também os locais onde o encontrar.

Amplamente utilizada no marketing, esta técnica permite definir estratégias de posicionamento, promoção ou distribuição de nossos produtos, ou serviços. No recrutamento, criar uma persona de candidato permite segmentar adequadamente os colaboradores em potencial que lhe interessam e saber como abordá-los. 

Como recrutador, você pode (e deve!) criar mais de uma persona se tiver várias posições de trabalho em aberto. Em especial, essa abordagem é muito útil quando você precisa recrutar frequentemente o mesmo tipo de perfil de colaborador.

Quer criar uma persona candidata? Aqui estão 4 passos básicos para alcançar esse objetivo!

4 passos para construir a persona do candidato

A representação é fictícia, mas não é abstrata, pois é baseada em dados reais dos candidatos existentes que você deve analisar com cuidado. Falamos um pouco mais sobre isso a seguir!

1. Descreva o perfil do candidato ideal

Você pode inventar um nome para sua persona e adicionar uma foto a ela. A partir daí, tente generalizar o perfil desejado:

Esses elementos podem ser agrupados em diferentes blocos, por exemplo:

  • Uma biografia:
    • sua idade (ou faixa etária);
    • sua localização;
    • seu curso de formação;
    • sua experiência profissional e cargos anteriores;
    • seus traços de personalidade e habilidades.
  • Sua vida profissional:
    • o trabalho dele;
    • seu setor de atuação;
    • seu nível de qualificação;
    • as competências implementadas para ter sucesso em suas atividades;
    • as ferramentas usadas no dia a dia;
    • seus objetivos de carreira;
    • suas fontes de motivação.
  • Sua procura de emprego:
    • os canais utilizados;
    • os formatos de conteúdo que o atraem;
    • as técnicas de recrutamento que ele prefere;
    • o que o incomoda em um processo de recrutamento, etc.

O objetivo não é discriminar com base nesses dados, mas criar uma persona candidata representativa da realidade. Claro, a lista acima não é exaustiva, então adicione quaisquer traços de personalidade que considere importantes para o cargo a ser preenchido.

2. Liste seus interesses e estilo de vida

Para criar uma persona candidata, você precisa conhecer seus interesses. Ele compartilha hobbies comuns com o resto de sua comunidade? Cada pessoa é única, mas às vezes existem algumas generalidades que podem ser vistas.

Exemplo: No caso de um desenvolvedor de software, é provável que ele goste de novas tecnologias, videogames, resolução de problemas, jogos de tabuleiro, etc. Descubra os lugares que sua persona frequenta regularmente, sejam espaços físicos ou virtuais.

Exemplo: Se você deseja contratar estagiários, considere os negócios próximos a universidades (restaurantes, bares, bibliotecas, etc.). Se você estiver procurando por profissionais de marketing, provavelmente os encontrará facilmente nas mídias sociais.

3. Descubra seus hábitos de mídia

O seu candidato ideal está mais no Facebook? LinkedIn? TikTok? Pinterest? Quais sites ele navega? A que horas ele entra nas redes sociais? Quais são os artigos que o interessam?

Exemplo: Um designer provavelmente passa mais tempo no Pinterest e no Instagram do que no Twitter, pois são considerados mídias visuais e com apelo artístico.

Você também pode verificar dados estatísticos para descobrir as horas de trânsito por rede social. Contudo, cuidado para não levar todas as informações ao pé da letra, porque sua persona de candidato não é necessariamente representativa da média. É melhor testar suas postagens em diferentes horários do dia e analisar os resultados para criar sua própria programação.

4. Crie uma pesquisa para obter dados precisos

Para criar uma persona candidata representativa da realidade, você pode enviar um pequeno questionário aos seus candidatos. Tenha cuidado para não colocar muitas perguntas e para ser claro no objetivo da pesquisa. Você não quer que o candidato desista do processo de entrevista.

O melhor momento para enviá-lo é após a entrevista por telefone. Se você julgar que o candidato não atende às suas expectativas após a entrevista, desconsidere os resultados do questionário. Como ele não corresponde ao seu candidato dos sonhos, é melhor não incluir os dados dele.

Se você está com receio de começar a pesquisa com candidatos, pode começar enviando sua pesquisa para seus melhores colaboradores. Sabe aqueles que você gostaria de clonar se fosse possível? Procure obter informações detalhadas sobre esses talentos!

*

Pronto, agora você sabe como construir a persona do candidato. Isso é ótimo, mas o que fazer após a partir disso? É hora de implementar uma estratégia de recrutamento inbound!

  • Pense no tipo de conteúdo por mídia (Facebook: vida no trabalho, LinkedIn: conquistas profissionais etc.).
  • Escreva ou compartilhe artigos que agradem à sua persona.
  • Prepare descrições de trabalho que encantem os potenciais candidatos (escolha um vocabulário que atenda ao seu objetivo).
  • Use a persona para saber como atrair seu público-alvo em feiras de emprego e determinar que tipo de item promocional oferecer-lhe.
  • Crie eventos de recrutamento específicos para sua persona

As possibilidades são infinitas, basta usar a criatividade! Se você não tiver ideias, procure ajuda de especialistas em marketing, eles provavelmente poderão te ajudar.

Em suma, é verdade que criar uma persona candidata requer algum esforço, mas pense em todo o tempo que você economizará. Além de toda a sua equipe de recrutamento tomar decisões mais informadas, treinar novos recrutadores se tornará muito fácil!

O que acha de contratar os melhores profissionais para a sua empresa? Acrescente inteligência e inovação dos processos seletivos com softwares e ferramentas tecnológicas! Uma delas é a plataforma da Talentbrand.

Entenda aqui como funciona! 

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN