O RH 4.0 é produto das transformações desencadeadas pela 4.ª Revolução Industrial. Descubra aqui quais são as principais vantagens e desafios desse novo modelo!

O engenheiro alemão Klaus Schwab elaborou o conceito de “Revolução Industrial 4.0” ao analisar transformações desencadeadas pelas inovações digitais desde a virada do século XX.

Nessa revolução, as tecnologias digitais se tornaram mais sofisticadas e disseminadas. Isso implica na fusão dos conhecimentos e descobertas das mais diversas áreas, inclusive nos Recursos Humanos. Portanto, seja bem-vindo ao RH 4.0!

Este novo modelo de RH substitui o formato tradicional, marcado pela burocracia excessiva e rigidez. Em contraste, o RH 4.0 é dinâmico, flexível e assume um papel mais estratégico do que operacional na gestão de pessoas. 

Quer entender melhor essas mudanças? Confira aqui as tendências do RH 4.0!

Quais são as tendências do RH 4.0?

A 4.ª Revolução Industrial nos proporcionou inovações em comunicação, processamento de dados e automatização de processos. Com isso, o RH precisou adaptar suas práticas para atender as demandas de um mercado cada vez mais exigente. 

Descubra a seguir algumas das principais influências da 4.ª Revolução Industrial nos recursos humanos.

Novo perfil do colaborador e menor jornada de trabalho

O funcionário da era 4.0 é mais especializado e deve acompanhar de perto as novas habilidades exigidas pelo mercado. Graças à maior interação com as tecnologias de ponta, a tendência é que a jornada de trabalho possa ser reduzida, sem comprometer a produtividade e a entrega de resultados. 

Novos modelos de gestão

Acompanhando as mudanças na dinâmica do trabalho, a gestão também precisará se adaptar. Por exemplo, com a normalização do trabalho remoto, será necessário implementar o controle de produtividade de modo a garantir os resultados esperados. 

Armazenamento em nuvem e inteligência artificial

O trabalho em nuvem é, provavelmente, a solução mais transformadora do RH. Isso porque facilita a comunicação e a cooperação, podendo ainda reduzir custos operacionais. O crescente investimento em inteligência artificial também implica em economia para o setor, dado que orienta e otimiza os processos. 

Todas as transformações proporcionadas pela tecnologia são oportunidades de evolução para o RH. Contudo, também podem representar desafios, como veremos a seguir.

Confira quais são os principais desafios do RH 4.0

A  4.ª Revolução Industrial provocou uma transformação profunda no RH – e com isso inúmeros desafios. Isso graças ao avanço tecnológico e surgimento de diversas ferramentas digitais, como plataformas de seleção e gestão de talentos, gameficação, dentre outros. Veja alguns exemplos de desafios do RH 4.0:

Atração e retenção de talentos

Práticas obsoletas afetam diretamente a marca empregadora da empresa. Isso significa que, para atrair e reter talentos que agregaram valor ao negócio, o RH precisará propor mais do que bons planos de carreira, cargos e salários. É fundamental adotar um racional estratégico e inovador na gestão de talentos.

Automação de processos 

A obtenção de resultados da empresa relaciona-se intimamente com o processo de gerenciamento de seu capital humano. Assim, o desafio é remodelar os processos de RH, empregando softwares específicos para modernizar e automatizar as atividades. Chega de pilhas e mais pilhas de papéis!

Adaptação aos novos modelos de trabalho e manutenção da produtividade

As novas gerações valorizam muito a flexibilidade e a liberdade. Portanto, é preciso modernizar a cultura organizacional, incorporando o modelo 4.0 de trabalho. Entretanto, formatos como o home office, requerem o uso de ferramentas para monitorar os resultados para garantir o nível de produtividade.

Desenvolvimento de lideranças

O desenvolvimento dos líderes depende da postura do RH ao conduzir as mudanças essenciais para recrutar ou formar líderes de alto desempenho. A liderança 4.0 é disruptiva, transparente e resiliente, dentre outras características que devem ser acompanhadas pelo RH com apoio de ferramentas digitais.

E quais são as vantagens do RH 4.0?

A competitividade de uma empresa está relacionada à sua capacidade de absorver os padrões da Revolução Industrial 4.0. Para o RH, em específico, adotar uma postura estratégica traz diversas vantagens, como maior eficiência e assertividade do planejamento. Siga lendo para mais exemplos.

1. Melhora da comunicação e aumento da produtividade 

Conectividade é a palavra-chave da era 4.0 da indústria. Ao facilitar a comunicação no ambiente colaborativo, pelo uso de softwares como o Trello e o Betalabs, possibilita evitar informações conflituosas. Consequentemente, temos mais agilidade e qualidade dos processos, implicando em maior produtividade.

2. Promoção de benefícios flexíveis

O RH 4.0 propõe um sistema de reconhecimento do colaborador através de benefícios flexíveis. Ou seja, o trabalhador poderá ser recompensado de acordo com suas preferências, tornando os benefícios mais adequados às suas necessidades. Isso reflete em maior motivação e engajamento dos funcionários.

3. Recrutamento estratégico

As novas oportunidades oferecidas pelo recrutamento digital, permitem otimizar e ampliar a seleção de talentos. O maior alcance e sofisticação dos processos resulta em mais opções ao RH para escolher de excelência, que tenham perfil compatível com os propósitos da organização.

*

Como vimos, a  4.ª Revolução Industrial modificou profundamente as estruturas das organizações e a função do RH. Esperamos que você tenha gostado de conhecer o modelo RH 4.0 e suas vantagens, e reconhecido o quão importante é acompanhar as transformações do setor! Não fique para trás!

O que acha de contratar os melhores profissionais para a sua empresa? Acrescente inteligência e inovação dos processos seletivos com softwares e ferramentas tecnológicas! Uma delas é a plataforma da Talentbrand.

👉  Entenda aqui como funciona! 

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN