Você parou para se questionar sobre o cenário pós-pandêmico no RH? Se isso nunca passou pela sua cabeça, não se preocupe. Vamos conversar mais sobre isso aqui neste post.

Como será o cenário pós-pandêmico no RH é algo questionado nos últimos meses. Com o avanço da vacinação surge alguma luz no fim do túnel, ao mesmo tempo, despontam dúvidas sobre de que forma se realizarão as relações humanas daqui para frente. 

Com tantas mudanças nas estruturas, ocasionadas principalmente pela necessidade de isolamento social, alguns desses questionamentos referem-se à como as  transformações irão afetar os relacionamentos interpessoais e as rotinas de trabalho. 

Qual o futuro da comunicação entre as áreas, dos indicadores de produtividade, da flexibilidade de horário, dentre outros tantos pontos? Para estimular o debate, separamos seis provocações sobre alguns aspectos centrais do RH 

Apesar de algumas dessas ações já estarem sendo praticadas, todas ganharam uma nova camada de complexidade depois da Covid-19. Uma coisa é fato: o mundo nunca mais será o mesmo e, você, como pessoa atuante na área de RH, deve estar minimamente preparada, ou ao mesmo informada, do que virá a seguir. Vamos lá?

Principais mudanças no cenário pós-pandêmico no RH

Existe uma frase célebre que diz “Existem décadas que não acontecem nada, existem anos que acontecem décadas”. Pois bem, isso se aplica perfeitamente ao ano de 2020. Quando a humanidade conheceu o que era viver em pandemia. 

Enquanto este post está sendo escrito, o mundo ainda está travando uma dura batalha contra o novo Coronavírus. Ainda é cedo para afirmar, mas, análises apontam que certos movimentos presentes nos últimos anos ganharam uma impulsividade expressiva depois da Covid-19. 

O departamento de Recursos Humanos foi um dos que foi altamente impactado por essas transformações e vivenciou algumas dessas principais mudanças na pele. Principalmente, em termos de trabalho em casa, flexibilização dos horários, acompanhamento da saúde emocional, indicadores de produtividade, entre outros. 

Abaixo, vamos entrar um pouco mais a fundo de cada um desses pontos: 

Cenário pós-pandêmico no RH: o que vem por aí 

1) Flexibilidade ambiente de trabalho

Com o avanço das tecnologias, surgiram novas modalidades de trabalho como, por exemplo, as metodologias ágeis. Essa nova maneira de organizar as atividades, dividindo por ciclos de entregas, reforçam a ideia que faz mais sentido controlar a quantidade de entregas do que a carga horária. 

Dentro dessa nova estrutura, a jornada de trabalho tradicional, o famoso horário comercial, entrou em declínio. Oferecendo autonomia aos colaboradores sobre sua produtividade, prazos e metas, o RH assume um papel de planejar soluções para otimizar o desempenho das equipes.

2) Trabalho Híbrido e Autogerenciamento

O trabalho em casa estava em ascensão quando a pandemia acelerou consideravelmente o processo e tornou-se uma realidade para uma grande parte das empresas. 

Hoje em dia, depois de um ano de isolamento social, muitas organizações revisaram seus modelos de negócio, entregaram escritórios físicos e implantaram uma operação 100% online.  

Outras empresas resolveram adotar um modelo híbrido, semipresencial, com possibilidades de atuar no escritório em alguns dias da semana e remotamente na maior parte do mês. Algumas ainda apostam na presença apenas em reuniões quinzenais e mensais. 

3) Trabalho Colaborativo

Um ponto-chave da pandemia foi criar processos colaborativos, alinhados, com a participação expressiva de toda a equipe. Essa é uma demanda antiga das empresas e ganhou urgência no cenário onde todos estavam trabalhando à distância.

O trabalho em equipe utilizando conceitos interessantes em co-criação, gestão colaborativa, expectativas alinhadas, papéis definidos, assim como os entregáveis e os prazos são um check-list para acompanhar de perto o desempenho dos colaboradores.

4) Treinamentos Online

A pandemia escancarou a necessidade de realizar treinamentos e capacitar colaboradores para o mundo virtual. Essa era uma tendência notada no departamento de RH que ganhou notoriedade com o contexto atual.

Para oferecer conteúdos de qualidade, são utilizadas diversas plataformas digitais e novas técnicas de ensino. As empresas começaram a utilizar as redes sociais como aliadas, principalmente, para motivar os colaboradores, uma estratégia considerada simples e efetiva.

5) Benefícios Flexíveis e Diferenciados

Outra mudança foi em relação aos benefícios oferecidos aos colaboradores. Antes, a possibilidade de trabalhar em casa poderia ser considerada uma vantagem, no entanto, atualmente é necessário pensar além do vale-transporte e refeição.

Existem diversas opções de benefícios flexíveis para colaboradores, porém, para escolher o que faz mais sentido, é importante entender qual o perfil do colaborador e implementar aqueles considerados pertinentes.

É fundamental oferecer não apenas as necessidades da empresa e, sim, das pessoas que trabalham nela.

6) Investimento em tecnologia na gestão de pessoas

Tecnologias permitiram o trabalho remoto durante um momento delicado da história da humanidade. Também evidenciaram ser possível automatizar processos, com ferramentas e recursos que não apenas centralizam as informações, como agilizam os processos e geram economia de tempo e de recursos.

A área de Recursos Humanos vivenciou uma revolução ao apostar em recrutamento 100% digital e desfrutar da tecnologia, inteligência artificial, inovação e outras funcionalidades de softwares desenvolvidos para acrescentar assertividade e dinamismo na operação.

Novas estruturas organizacionais, relações virtuais, flexibilização dos horários, acompanhamento da saúde emocional, indicadores de produtividade, entre outros… Mudanças e desafios chegam diariamente, em um mundo hiperconectado e cada dia mais instável.

O importante é manter-se informado acerca das novidades da área, investir em automatização, e sempre, lembrar que mesmo com relações virtuais, o foco sempre é o ser humano.

Conheça mais sobre a solução ATS da Talentbrand, eleita TOP 3 pela B2B Awards vai destravar os processos e oferecer uma experiência única para candidatos e recrutadores da sua empresa. 

Social

INSTAGRAM

LINKEDIN